Aborto no Uruguai

O Senado Uruguaio aprovou ontem o projeto de lei que autoriza mulheres a abortarem até o final do primeiro trimestre (12 semanas) da gravidez. Cinco dias antes, essa lei foi aprovada pelo Congresso Uruguaio.

Ao lado temos uma foto de um feto de doze semanas.

No entanto, ainda existe esperança. O presidente Tabaré Vasquez, que é medico, já disse que vai vetar a lei.

Duas perguntas:

  1. Quando será que esse assunto será tratado aqui no Brasil?
  2. Será que o nosso presidente vetaria uma lei dessas?

Participe da discussão

5 comentários

  1. Carlos Henrique,

    Obrigado pelo comentário. Infelizmente, isso é verdade… Só vão discutir quando colocar dinheiro no bolso de alguém.

    Grande abraço e obrigado por visitar o site.

    Daniel

  2. Acho que tratar desse assunto mostrando somente o aspecto econômico é fazer um reducionismo marxisista da coisa.

    Ele conta? Claro. Mas acho que o envolvimento de outras questões também vale.

    Até por que, quando começa a vida mesmo, biologicamente falando? O que a bíblia diz a esse respeito? O que a ciência tem dito a esse respeito?

    Abraços

  3. Quando começa a vida?

    Deus em Gênesis 2.7 responde:

    “Então, formou o SENHOR Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente”.

    Biológico, científico, ops, isto é BÍBLICO!
    Química perfeita, quanta ciência!
    Pó da terra + Sopro de Deus = VOCÊ!
    Que idéia fascinante, hein! Na verdade, DIVINA!

    E o pó? Cientificamente falando, quando surgiu?
    Ah! O pó veio com a fundação do mundo!
    E Deus sabia o que escrevo (e motivo) antes disso!

    Efésios 1.4-5:
    “assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade”

    Carlos Henrique

  4. Carlos,

    Creio que você não compreendeu minha pergunta.

    Mas de certa forma já a respondeu, ou seja, só há vida quando há esse “sopro divino” de Deus no homem.

    Por isso perguntei quando há vida tanto cientificamente quanto biblicamente. Esse pressuposto assumido vai fazer toda diferença na hora de debater sobre o aborto.

    Abraços Reformados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.